________________________________________________________________________

6 de julho de 2012

Monitoramento do desmatamento nos Biomas Brasileiros

Este projeto tem o intuito de quantificar desmatamentos de áreas com vegetação nativa nos Biomas Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal, e de embasar ações de fiscalização e combate a desmatamentos ilegais naqueles biomas, cabendo ao Centro de Sensoriamento Remoto do Ibama – CSR a detecção dos desmatamentos.
Para o desenvolvimento do monitoramento atual (identificação de mudanças na cobertura vegetal nativa referente aos períodos até 2002 e entre 2002 e 2008) foram utilizadas imagens dos satélites Landsat e CBERS, disponiveis gratuitamente pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE.
O mapa dos remanescentes da cobertura vegetal Brasileira do PROBIO/MMA foi considerado como “mapa de tempo zero” para início do monitoramento. Tal mapa refere-se ao periodo até 2002. As imagens de satélite utilizadas na sua geração (PROBIO) foram empregadas como informação pretérita para identificação das mudanças na cobertura vegetal. Desse modo, as áreas identificadas no mapa do PROBIO como “antrópicas” foram mascaradas (polígonos em preto nas figuras que seguem) e não foram consideradas na análise realizada pelos técnicos de interpretação. Estes buscaram a identificação de possíveis desmatamentos no interior das áreas com vegetação nativa.
O procedimento de identificação dos polígonos de áreas desflorestadas teve como escala base de trabalho a escala 1:50.000 e área mínima de detecção do desmatamento de 2 ha, estando os respectivos resultados separados/disponibilizados conforme articulação 1:250.000 das folhas cartográficas do IBGE em sistema de referência geográfica (datum SAD69).
O link principal para acesso às informações dos Biomas e shapefiles para Download é http://siscom.ibama.gov.br/monitorabiomas/index.htm ou no link http://mapas.mma.gov.br/mapas/aplic/monitoramento_biomas_2002_2008/datadownload.htm

Reações:

Arquivo de Postagens


___________________________________________________________________________

Siga o blog no Google+

+

________________________________________________________________________